Top Posts

Hibernate com Pool de Conexão

Continue lendo

Quando ser contratado como PJ?

Posted by camilolopes | Posted in Carreira TI | Posted on 20-11-2010

4

olá Pessoal,

Hoje vou falar da forma de contratação como PJ, conforme combinado. No ultimo post vimos a diferença entre CLT e o CLT Flex (para alguns CLT Beneficios). O objetivo aqui é dar um parecer de como acontece na prática e ajudar aqueles que são CLT  e quem ser PJ,porém estão na dúvida. Espero que curtem o post.

lets go…

PJ

O famoso PJ é um receio para uns e até um “tiro no escuro”. E sair da zona de conforto que o CLT teoricamente diz que dar. Mas será? O PJ é a melhor forma de ganhar dinheiro no menor tempo possível, porém isso apenas para “senioridades”.

Como funciona?

Bom, algumas empresas, tem  a opção onde o profissional pode ser contratado via PJ.Porem essa escolha é somente para beneficiar ambas partes. A empresa ganha e o profissional também. Uma vez, que a empresa tira dela as responsabilidades que teria se fosse CLT. Mas, não é pq vc foi contratado como PJ, que você vai a hora que quer, mas tudo depende do projeto. Vale lembrar que o PJ nesta situação de contratação é apenas para “bular” as leis, devido os altos impostos. Imagine pagar 8 mil em CLT para uma empresa de médio porte, nem consigo calcular os impostos para a empresa.Mas, também, há empresas dizem: “quero só resultado, só apareça aqui com a solução”. Mas, há outras que falam:”vc tem que ficar aqui 8hrs/dia durante 20 dias = 160 horas/mês” Ou seja, mesma coisa que o CLT. Então aqui vc é “funcionário normal” da empresa, porem tem o contrato de gaveta que eh PJ somente para ambas partes ganharem.

É errado?

Não há nada de errado ai, para o governo vc tem uma empresa que presta serviço pra outra. Mas, na pratica não é assim. Porem, isso pouco importa né? Afinal de contas, vc tem suas contas para serem pagas, quer comprar aquele carro que eh seu sonho de consumo, reformar a casa do jeito que vc quer. E essa pratica não é um trabalho ilícito, de qualquer forma está contribuindo para a economia do pais, já que os impostos vão existir, porem são menores. Essa é a única diferença, diminuir impostos para ambas partes, nada mais que isso.

Quanto ganho como PJ?

Bem, eu tenho visto no mercado de SP, o valor minimo ai de R$ 45.00/hora. Mas, os mais experientes está na faixa de R$ 55.00 (mínimo) pra cima. Porem, isso está atrelado ao projeto e necessidade do cliente. Alguns são projetos determinados, outros projetos internacionais. E por falar nos estrangeiros, são os que pagam melhor na maioria das vezes pagando 85,00 reais/hora. Porém, o nível em média os seniors que ganham com isso, alem de ter o inglês na ponta da língua, literalmente falando hehe :).

Vale lembrar que a maioria das vagas para PJ, é no pior das hipoteses nível Pleno.

desvantagem:

  • adeus as ferias (já vi vaga que dar 10 dias de ferias remuneradas após 1 ano, mas são poucas empresas)

  • decimo terceiro não tem (embutido no salário)

  • FGTS também não tem, vc mesmo tem que fazer seu FGTS

  • seguro desemprego não tem. E não tem utilidade para quem está acostumado ganhar acima de 2 mil, uma vez que o teto máximo de seguro desemprego é 870,00.

Quando ser PJ?

Seja PJ quando já estiver em um nível acima do Jr. Pois, é onde o salario começa a subir e colocar por exemplo 5 mil em CLT, é uma dor no coração que o funcionário tem que pagar de imposto. Veja quando dar de INSS? 334,29. Muito não(antes fazer uma privada)? IR sabe quanto dar? 620,13. Só isso né? rs. Total: R$ 954,42

Então se vc for um pleno que ganha valor PJ de 40.00 seu salario liquido será de 5.356,00. Ai nesse caso compensa ser CLT ou PJ?

Nesse caso eu acho ser CLT seria melhor opção pq a diferença é muita pouca.Ser CLT 5k tem um bom decimo terceiro com relação ser um PJ por 40.00.Só isso faz a diferença e há vagas no mercado que pagam 4.500,00-5k CLT Full, não são tantas, mas há.

Especialistas dizem que ser PJ, só compensa quando é o dobro do CLT liquido, bem é por ai mesmo. Se a diferença for de apenas 1 mil reais, fique no CLT, devido aos benéficios que este oferece e não há dinheiro no mundo compre seu lazer, suas férias e seu descanso.

Mas vamos dizer que vc recebe uma proposta de 5k CLT e outra 50,00 PJ. Qual escolher?

Com certeza PJ. Pq vai ganhar liquido: R$ 6871,45 enquanto CLT 4.045,58 . A diferença não é tanta, mas vc deve avaliar, o que vc vai fazer com essa diferença, à curto prazo, é um bom dinheiro. Tipo de se for 2k * 10 meses, vc tem 20 mil na conta. Avalie sempre suas necessidades e tb tenha os pés nos chão, com base no seu nível profissional e o que está ganhado. Não queira ser um júnior e ter o salario do seu colega sênior. Ser realista com si mesmo, é a melhor forma de saber qual forma escolher para trabalhar.

Bem, acho que os jovens, não tem muito a perder e deve priorizar gain money que ficar preso a uma forma de contratação. Então se CLT for uma boa opção fique com ela, se o CLT FLEX for bom fique com ele e faça o mesmo com o PJ. Não há receita de bolo basta fazer calculos, o que é melhor para vc a curto prazo.

Eu acredito se vc for PJ e souber usar o dinheiro que ganhar com um certo tempo vai conseguir as “coisas de consumo, montar um patrimonio etc” mais rápido que conseguira com CLT. PJ é mais rápido para ganhar dinheiro se vc for BOM com suas finanças. Poucas, pessoas sabem aplicar bem o dinheiro que recebem.

Nem tudo que reluz é ouro”. Então fique atento tanto ao PJ e ao CLT, se surgir a oportunidade já sabe o que fazer: analisar e ponto final.

Benefícios PJ

  • Bem, os benefícios é que vc ganha mais mesmo, isso a matemática prova. Claro, quando é pago dentro do mercado.

  • Para quem gosta de financiamentos e talz, como PJ vc consegue mais fácil que como CLT, em termos de número. Um exemplo: Como PJ vc consegue com seu banco um cartão BNDS com o limite de 100 mil reais para vc comprar o que vc quiser para sua “empresa”, como carro, equipamento etc. e o juros é baixo, muito baixo. É difícil uma pessoa física normal conseguir taxas de juros reduzida como PJ consegue, quando o cara é correto tb né? Nada de Serasa, SPC ou coisa do tipo.

Outro objetivo deste post, foi mostrar que qualquer profissional deve saber das leis trabalhistas e um pouco de economia, finanças senão não vai adiantar, ganhar “bem” e não saber o que fazer, ou surgir uma oportunidade e não conseguir identificar. Só, “escovar bits” não vai mudar sua vida, pense sempre nisso. Espero que tenha ajudado, um forte abraço a todos!

See you next post, guys!.

Related Posts with Thumbnails

Comments (4)

Bom, pelo visto dá para ver que você é uma pessoa que não tem muita experiência.

Primeiro pela forma na qual escreve um artigo. Seu nome está em jogo. Tanto o português quanto a escrita estão péssimos.

Segundo porque quem já trabalhou das 2 formas (PJ e CLT), sabe muito bem a diferença. Olha só, uma parte do seu texto: “seguro desemprego não tem. E não tem utilidade para quem está acostumado ganhar acima de 2 mil, uma vez que o teto máximo de seguro desemprego é 870,00”.

Quem tem bom senso, no mínimo, acha isso que você escreveu uma estupidez. Imagina que você tem uma parcela de carro para pagar, ou uma mensalidade da faculdade, o seguro desemprego vai te ajudar durante 5 meses. Como PJ, no dia seguinte você já não tem nada. Isso porque eu não falei do FGTS (+ 40% quando é demitido), 13, VR/VA/AM e por ai vai.

Você também citou o cartão do BNDES. No mínimo, você nunca teve que usar. Você acha que o BNDES é essa putaria? Pra conseguir algo deles precisa ralar muito (E se estiver correto, ele ajuda muito).

Conselho: Pense um pouco mais antes de escrever matérias. Pode não parecer, mas isso é coisa séria. Seu NOME tá em jogo, para não correr o risco de sempre que aparecer “Camilo Lopes”, você ter em troca: “É o cara que além de escrever mal, só fala besteira”. Com a Internet, é muito fácil ficar publicando matérias em blogs, mas sempre lembre que seu NOME não tem preço.

[]s.

olá Allan,

primeiramente obrigado por comentar.

tenho que concordar com o portugues e escrita. Bem, quando escrevi ou escrevo post, reviso muito pouco, saio escrevendo dou uma revisada rapida e pronto, devido ao meu tempo está curto, e depois eu venho revisando.

Bem, dizer que nao tenho muita experiencia, depende o que vc chama de “muita”. Na verdade ao analisar seu comentario, vejo que sua visao faz parte daqueles que pensa em ser demitido e nao conseguir emprego e ainda viver da aposentaria do governo que é uma merreca. Bem, minha visão é seguro desemprego foi feito para um publico especifico, nao quero entrar em detalhes quem são eles. Seguro Desemprego nao pagaria nem a parcela do meu carro. Com CLT vc nao tem nada do mesmo jeito, isso é ilusão achar que CLT é seguro. 40% de FGTS, certo, mas é bom quando as empresas poe 100% em carteira e qdo vc tem 100% em carteira e ja tem um bom tempo a empresa vai pensar mil vezes antes de ti demitir, ela terá um custo alto. E outra qtas empresas pagam 100% em carteira pra quem ganha acima de 5mil? Nem o proprio governo segue isso a risca, ja vi funcionario publico ganhar o salario base X e para chegar ao valor Y, eles poe como bonus etc, porem se um dia esse cara se aposentar so recebe X.

VR/VA/AM é faixada, a empresa tira isso do seu salario é so fazer os calculos que verá que ela tira isso, nao ti dar isso. E outra, ser PJ da forma que acontece no mercado, é complicado as vezes aceitar um CLT. Se o cara ganha 8 mil como PJ, se ele for bom de conta, o dinheiro vai render, fará uma boa previdencia privada, investe em ações,construir um patrimonio etc tudo a longo prazo. Enfim, para salarios altos, é dificil encontrar empresa que pagem full.

O BNDES, foi algo mais simples que já vi, nem parece verdade.

E outro o objetivo do post foi mostrar o que acontece na pratica no mercado, essa é a realidade. Eu nao largaria um emprego de PJ de 10k, por exemplo pra querer ganhar 5k clt, nunca. Uma coisa que aprendi que somos responsaveis por nossas financas e nao a forma que somos contratado, quem nao sabe administrar ou investir, vai ficar na mesma seja em qual for: clt ou PJ.

Bom se a materia para vc foi besteira respeito sua opiniao, mas para outros leitores nao são, e nao posso limitar o post a sua opinião, mas tenho que respeita-la :).

@camilolopes
Concordo com você Camilo, trabalhei durante anos nas duas modalidades e PJ continua sendo a melhor opção para mim. Além de conseguir manter um padrão de vida muito bom, ainda consigo guardar bastante dinheiro.

Claro que estou falando de uma valor PJ “justo”. Na minha opinião, o valor precisa ser perto do dobro de CLT.

Sobre o seguro desemprego, também acho que acaba perdendo um pouco da importância quando você chega num certo padrão de vida, tendo ou não, você ficaria endividado igual.

Mas vale lembrar que tudo isso exige no uma boa dóse de disciplina financeira, ou seja, não é para todos.

Concordo com ambos que já trabalharam como PJ. O fato do descontentamento e opiniões contrárias (porém as respeito) como citado acima pelo nosso amigo Allan, mostra o quanto é submisso nas suas funções. Pessoas com qualificação técnica e profissional jamais se submetem as condições de uma empresa, ou seja, ele se torna a empresa e passa a trabalhar em cima das suas própias condições.

Write a comment