Série Agile: Diferença entre User stories e Documentos de Especificações

 

olá Pessoal,

Neste post vou trazer o que ganhamos ao escrever User Stories ao invés de ter que gastar mais tempo escrevendo documentações de requisitos. Não estou dizendo que não devemos documentar, pelo contrário. Porém ,a idéia é saber o que e como documentar.

Lets go..

User Stories promove os seguintes pontos:

– Aprendizado;

– Traz precisão;

– Encoraja a comunicação face-to-face com o cliente;

– Possibilita feedback em tempo real;

– Evita a falsa sensação de que temos tudo documentado correto e só falta implementar;

– Permite uma colaboração e inovação com o time.

Documentos de requisitos

– São grandes e cansativos;

– Encoraja o trabalho por imaginação com falsos ‘achismos’;

– É difícil de planejar;

– Feedback em tempo real é inexistente;

– Desencoraja abertura de colaboração e invocação com o time

Isso quer dizer que não vou documentar? Não. Em projeto Agile há documentação sim, porém ela não é o meio primário de obter as coisas e nossa última fonte de obter o entendimento, conversar com o cliente, é mais importante.A diferença é que aqui evitamos o desperdício do tempo documentando, pois ao terminar toda documentação, o que foi escrito no inicio talvez não tenha mais valor para o cliente.

Vou ficando por aqui, espero que tenham gostado do post.

abraços, see ya!!

3 comentários em “Série Agile: Diferença entre User stories e Documentos de Especificações”

  1. Legal. O assunto é interessante, mas fiquei com algumas dúvidas:

    – O que devo documentar em uma User Story?
    – Como essa documentação deve ser feita?
    – De que forma uma User Story produz aprendizado?
    – O que você quis dizer com “traz precisão”?
    – Esse “feedback em tempo real” é por parte do cliente?
    – Que “colaboração com o time” é essa que as User Stories oferecem?

    Não me leve a mal, não estou falando mal das User Stories ou defendendo a Especificação de Requisitos, só não consegui entender as vantagens que você mencionou no artigo.

    Grato.

    1. camilolopes

      opa! VH,
      Passei por isso e fez essas mesmas perguntas que a sua, e tive a mesma sensação qdo me deparei com esse artigo da scrumalliance.
      Um dos maiores problemas que já vi é ainda confundir user story com documento de especificação.
      abraços,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *