Top Posts

Série Scrum Remoto: Terminado a Sprint 0

Continue lendo

Intercâmbio ou Pós ?

Posted by camilolopes | Posted in Carreira TI, Inglês | Posted on 01-08-2009

5

Vancouver_Aerial_2

Salve! Salve! Guys. Hoje vou falar sobre um assunto que para alguns profissionais, estudantes é uma decisão muito díficil de ser tomada. Fazer um intercâmbio ou fazer um pós no Brasil?

As informações aqui é apenas minha mera opinião, tendo como base o mercado profissional o qual estou vivenciado nos ultimos anos na minha carreira.

Note: esse será um longo post.

Lets Go…

O Intercâmbio é uma opção bastante utilizada por estudantes de idiomas tendo como objetivo adquirir uma melhor fluência (isso nao quer dizer que para ser fluente o requisito é fazer um intercâmbio).

Isso nós já sabemos, mas por que fazer um intercâmbio ao inves de uma Pós no Brasil?

Os resultados após um intercâmbio e os benefícios para o profissional são superiores há uma pós-graduacao isso sem sombra de dúvidas. Já que um intercâmbio envolve conhecimento cultural, experiência de vida e um idioma mais “afiado”.

Para as empresas que precisam de profissionais com um segundo idioma o intercâmbio é uma das peças fundamentais, pois quando se trata de relacionamento para esse fim.

Hoje o valor de um intercâmbio(1 mês) e uma pós-graduacao(em uma excelente universidade) estão bem equivalentes e com a mesma facilidade de pagamento. Por exemplo: ficar um mês em Vancouver/Canadá fazer um curso de Business, Inglês, IT etc custa em real na média R$ 5.000,00 (incluido ja as passagens ida e volta + passeios turiscos no final de semana). Uma pós em uma faculdade conceituada varia de R$ 4.000,00 – R$ 8.000,00 dependendo do curso a ser feito.

Claro que uma pós graduacao ela tem seu valor dentro do mercado e muito, mas tudo vai depender de onde você que trabalhar em curto prazo, se a empresa onde pretende trabalhar o segundo idioma nao seja um diferencial e sim uma pós, entao para que gastar dinheiro com o intercâmbio? Porém se for ao contrário, invista no intercâmbio sem sombra de dúvidas.

Fazer o intercâmbio, e depois uma pós renderá mais frutos para aquele profissional que alveja trabalhar na companhia X onde o segundo idioma se torna o primeiro. Não se esqueca disso.

Mas por que faria uma intercâmbio se falo o segundo idioma bem?

Depender do seu propósito, chega um momento que é necessário internacionlizar o segundo idioma na sua vida de modo que esse fosse a unica forma de se comunicar. Melhorar pronúncia, aprender sobre uma cultura, experiência profissional e viver em um contexto diferente etc.

Uma pessoa pode ser considerada fluente, avançado em um idioma pelo fato de saber se comunicar com fluência, entendimento, uso apropriado da gramatica, um bom vocabulario etc. Enfim consegue manter uma conversa com um nativo da lingua sem dificuldades ou falhas na comunicacao. Porem é possivel ainda que o idioma materno influenciei na forma de pensar, na pronúncia e isso deve ser tirado. Quer um exemplo? Veja alguma entrevista em inglês do nosso Ayrton Senna e perceba como ele tem um inglês impecável sofrendo bem pouca influência do português na pronúncia por exemplo.

Planejamento

Um detalhe importante é planejamento, fazer um intercâmbio deve ser ao bem planejado, pois você nao vai estar longe apenas por alguns KM e sim do outro lado do mundo, onde você nao conhece ninguém e quando bater o desespero não é uma tarefa simples de pegar a mochila e ir para uma rodoviaria ou aeroporto e cair fora.Além do planejamento financeiro, tem o psicológico também, claro que você não vai saber o que espera por você, mas procure visualizar, converse com amigos que ja foram para a cidade que você deseja, faca perguntas sobre tudo que puder imaginar. A importância de está preparado psicologicamente é para que o estudante/profissional possa aproveitar cada minuto da viagem sem stress.

1 mês, vale apena?

Bem, muitos dizem por ai que 1 mês não compensa. Eu também concordo que 1 mês nao compensa quando o aluno ainda nao tem um segundo idioma do tipo Upper-Intermediate por exemplo. Ele concerteza vai sofrer um pouco e conseguir atingir o objetivo da viajem será bem díficil devido ao curto tempo X nivel do idioma. Então se vai fazer um intercâmbio de 1 mes, tenha certeza que o seu segundo idioma está “bem afiado”, para nao ter supresas desagradáveis e perder tempo + dinheiro. Mas como testar isso? Bem, ai volta a situacao do planejamento veja como está seu idioma assistido programas de TV em canal fechado e ver se entende a reportagem de verdade e nao palavras. Exemplo para quem estuda inglês:

  • CNN, FOXNews, BBC

Outro passo é consultar um especialista no idioma e pedir para esse analisar se está apto.

Eu considero importante o aluno que vai fazer o intercâmbio ter na lista de planejamento dele os pontos abaixo:

  • analisar a pronuncia

  • analisar a precisao durante uma conversa: ser rápido ou preciso? (veja este post)

  • conhecer o maximo possivel do país e a cidade(obvio incluido as pessoas) onde vai ficar durante o tempo de intercâmbio

  • Phrsal Verb (para estudante de inglês) isso terá que ser uma refeicao diaria, de preferencia 3 vezes ao dia. Ja que sao usadas com frequencia pelos nativos.

Outros pontos a serem considerados:

Claro que na rua ninguém conversa como nos telejornais, pelo contrário a linguagem informal é mais usada e muitas gírias, phrsal verb e isso so vai aprender na hora, pois algumas girias e palavras é questão de região. Porém se você vai a faculdade ou na embaixada por exemplo é importante diminuir o uso de gírias/frases informais. Claro isso parece ser obvio. Mas muitos acabam esquecendo de aplicar pelo hábito de sempre usar a informalidade. Exemplo: “vc nao pode chegar para um embaixador e dar uma Hello, hey, hi ” – Um estudante de ingles deve saber que Hello é bastante informal.

Fique atento a isso!

Mas por que fazer um intercâmbio de 1 mês?

É bem, simples considerando que o aluno tem um nível no idioma já pronto para viajar e que nao “morrerá de fome” ao chegar lá. Tendo isso, o objetivo para um aluno nesse nivel é melhorar o inglês de forma natural, vivendo cada dia como se fosse o ultimo, No inicio os americanos pode transmitir que sao “pessoas fechadas” porém depois que isso é quebrado são pessoas bastante receptivas e proativas (falo por experiência própria).

Esse tipo de intercâmbio com certeza para um aluno ja avancado no idioma, ter o contato 24 hrs por dia nao tem preco, imagine ai: serão de seg-dom, 24 hrs. Em um só idioma. É um processo de imersão propriamente dito, mas procure ficar longe dos brasileiros quando chegar lá, esses podem fazer você perder seu dinheiro, entao ao encontrar seja disciplinado fale no segundo idioma, mesmo que ele nao esteja falando continue, uma hora ele se toca e comeca a falar (experimente ja fazer isso no Brasil). Lembre-se nao é apenas uma viagem e sim um processo de estudo profissional para sua carreira e isso tem que ter mais valor que qualquer outra coisa.

Qual empresa fazer intercâmbio?

Bem, nao conheco muitas porem a melhor forma é referência de quem ja fez pela empresa XYU, e nao ir por anuncios de intercâmbio a preco de “banana” sabemos que o valor para este tipo de viagem nos ultimos anos está mais acessivel e a facilidade de pagamento também, porém nao a preco for a do normal.

Não quero fazer propaganda de nenhuma empresa, mas posso citar uma companhia a qual sei que séria por conhecer pessoas que ja fizeram e falaram muito bem da empresa.

BIL

E você ja se decidiu? Intercâmbio ou pós? Eu ja me decidir vou para Vancouver/Canadá.

A seguir tem algumas materias com a opnião de alguns especialistas sobre oportunidade de trabalho a partir do segundo idioma e uma materia exclusiva da globo sobre intercambio .

Especialista falam sobre Intercâmbio.

Falta de Fluência reduz chances de profissionais

Um forte abraco a todos e espero que tenham gostado. Até o próximo…

Related Posts with Thumbnails

Comments (5)

Camilo,

Excelente post e interessante ponto de vista. A imersão ao idioma e a cultura não tem preço. Tenho isto como meta.

Max Gehringer fez excelente comentário sobre isto:

http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/max-gehringer/2009/05/14/INTERCAMBIO-OTIMO-INVESTIMENTO-PARA-O-FUTURO.htm

Chegando em Vancouver/Canadá envie umas fotos. =)

Abraço…

Ótimo post Camilo,
estou começando agora meu curso de Inglês e tenho em mente estar fazendo intercâmbio também.

Te desejo uma boa viagem para o Canadá desde já.. hehehe

Até mais. Abraços

olá Mario, good! reportagem, acabei de confirmar o que realmente tinha em mente. O Max eh “o cara” mesmo!

see you next meeting 😀

Muito bom o texto, porém no finalzinho parece que esqueceu seu primeiro idioma…
“E você ja se decidiu? Intercâmbio ou pós? Eu JA MIM DECIDIR vou para Vancouver/Canadá.”
bom, apesar disso, agradeço pelo tema, comecei uma pós e me arrependi! Agora vou para a segunda etapa, intercâmbio.

olá Carlos,
obrigado pela dica, eheh nosso idioma eh mais complicado que qualquer outro, exceto mandarim etc. Bem, a respeito do post, eu ainda apostaria na pos hj, e a segunda opcao so vale, qdo vc ja tem o visto para viagem, do contrario vai perder tempo e dinheiro. Eu mesmo tive meu visto negado duas vezes e nao vou tentar mais, pois alegaram eu nao ter vinculos sociais suficiente forte no pais, e que nao estavam satisfeito que deixaria o pais no prazo. E olha que declarei imoveis no meu nome, contratos profissionais, vinculos CLT, comprovante de viagem ja pago ida/volta. Aceitacao da escola canadense e outras papeladas que me prende aqui no Brasil, mas nao conseguir. Outro colega tb nao conseguiu pelo mesmo motivo. Nao sei se o fato de ser solteiro e menos de 25 anos e ser funcionario privado, tem influencia, mas nao consigo ver outros tipos de vinculos sociais a nao ser de ter uma familia.
abracos,

Write a comment