Top Posts

Série Git:Usando Git no Windows

Continue lendo

Scrum:Convencendo o Cliente adotar Scrum em 5min

Posted by camilolopes | Posted in Agile/Scrum/TDD, Series | Posted on 04-09-2011

2

Olá Pessoal,

A partir de hoje estarei dando inicio a série de posts sobre Scrum focando em ajudar quem está dando os seus primeiros no mundo Agile e pretende usar o Scrum framework. Um detalhe que os posts serão curtos e focado no assunto. E neste primeiro, já podemos vê isso em prática.

lets go….

Como convencer o cliente adotar Scrum em 5 min?

Talvez seja fácil convencer um cliente adotar Scrum se você tivesse uma meeting de 1 hora com aqueles slides bonitos e efeitos de impressionar. Mas, nem sempre vivemos no mundo ideal e precisamos adaptar e atender às mudanças. Então como responderíamos a pergunta acima? O segredo é não entrar nos detalhes técnicos, e às vezes nos profissionais da área técnica tendem a ir para o que é mais confortável para nós explicar, mas não considera que o cliente normalmente não é o cara de TI e que para ele pouco importa os detalhes, o mais importante para o cliente é saber o quanto isso agrega valor para o negócio dele e porque deveria adotar. E para isso, devemos deixar o pensamento técnico de lado e traduzir para linguagem humana e compreensível por um stakeholder e atingindo nosso objetivo que é convencer o cliente adotar Scrum . Sabe aquela história que você pode dizer a mesma coisa, porém de formas diferente? É isso que fazemos aqui.

E como responder a pergunta acima sem entrar nos detalhes do framework?

Simples. Respondendo assim:

  1. Scrum é um framework Agile que permite entregar um valor de negócio mais elevado num período de tempo mais curto. (ao falar isso automaticamente o cliente pensará em ROI)
  2. Scrum permite entregar rapidamente software funcionando e de qualidade a cada duas à quatro semanas (ele pensaria, “hmm tenho feedback constante”)
  3. Você (cliente) que define as prioridades. O time se auto-organiza e determina a melhor forma de entregar as funcionalidades de maior priorização
  4. No final de cada Sprint o time apresenta para você (cliente) as funcionalidades funcionando.
  5. Então Scrum é: transparência, inspeção e adaptação.

E assim destaquei 5 importantes pontos que você pode usar e certamente fará seu cliente pensar um pouco mais sobre o Scrum e daí quem sabe ele marca uma próxima reunião mais longa para discutir adoção e possivelmente virar mais um cliente?!

Vou ficando por aqui, espero que tenham gostado do post.

Abraços, see ya !

Related Posts with Thumbnails

Comments (2)

Oi Camilo.

Não penso que é necessário convencer o cliente a usar Scrum. Na verdade, na minha concepção, você precisa mostra-lo que o processo dele gera dor. Muitas vezes, essa dor ou não é percebida ou não é atribuida ao motivo correto.

Normalmente, o cliente não quer saber se você vai usar waterfall, Scrum, Kanban ou XPTO. Ele quer ter software funcionando. http://visaoagil.wordpress.com/2011/08/29/mesa-redonda-do-primeiro-dia-do-agile-vale-2011/

Uma pergunta: o Scrum é inspeção e adaptação de que? Na minha visão, apenas do time, já que o “framework” é tão rígido que se você adapta-lo é acusado de estar fazendo “scrum but”.

Escrevi um pouco sobre isso aqui: http://celsoavmartins.blogspot.com/2011/09/experimentando-o-kanban.html

olá Celso, boa noite
Concordo com vc quando diz que o cliente não quer saber o que vc vai usar, mas isso quando está desenvolvendo software para o mercado ou aplicações tradicionais de empresas de softwares. Porém, há um mercado muito mais que essas aplicações convencionais e muitas linhas que o acesso é restrito. E nesse contexto eu diria que q vc está certo, o cliente nao que saber o que está nos bastidores. Mas, qdo vc produz algo onde o cliente é uma filial da sua empresa, porém em termo de negocios vcs ele é seu cliente, ele se importa em como as coisas são feitas. E ele é um cliente aberto e quer q vc traga sempre o que novo para discussão, mude, teste etc. São projetos bilionários, onde o “como” é mais importante do ter o produto no final apenas. Enfim, tudo depende do cliente e para que area é o produto final. Mas, seja o que for adotar, terá que convencer o cliente de algo, até no waterfall, precisa convencer que tem a fase de analise e vai precisar dele para um papo etc. Os bons clientes vem querendo mudar, pois muitos deles já perderam muita grana com software que nao funciona e eles vem se tornando mais participativo que 10 anos atras.
Eu costumo dizer que se vc faz Scrum but, vc não tá fazendo nada de scrum. pq modificação é diferente de adaptação. O problema que eu tenho percebido não só com Scrum, mas com o uso de algumas metodologias agile, é o problema de sempre as pessoas. E para a coisa andar é preciso de algo simples, ter mais cultura que pensar em processo. O mind set que fará toda a diferença independente se tá usando scrum, kanban, lean thinking, nao sao balas de prata, porém o que temos hj que melhorou a entrega de software desde qdo começamos a fazer esse tao de programa para computador.
Eu tenho usado Scrum (tanto para software, para outro tipo de atividades onde busca entrega valor agregado no menor tempo), uso a ideia de kanban com os post-it etc. E tenho obtido bons resultados e aprendizado continuo de todo team. E mais um ponto interessante é que muitos de nos estamos acostumados sempre querer saber o como fazer, como tivemos esse vicio por anos de outra tecnicas que sempre dizia o como, mas o Scrum não faz isso, e talvez foi ai que gerou o desconforto. Não estou dizendo que Scrum é bala de prata, pelo contrario não temos ela. E pretendo experimentar outras abordagens kanban, lean thinking e poder ir descobrindo onde cada uma se adapta melhor. A
Gostei do seu post, muito boa a experiencia.
abracos, e obrigado por trazer essa discusao. Eu lembro dessa mesa redonda no Agile Vale estive por lá tb. :)

Write a comment